Páginas

Se não encontrou o que queria, procure aqui, mas volte logo.

Pesquisa personalizada
18 maio 2007
15 maio 2007
TODOS TÊM QUE LER ISTO E FAZER COM QUE SEUS FILHOS, SOBRINHOS, E MUITOS MENINOS E MENINAS O LEIAM TAMBÉM!

Após deixar seus livros no sofá ela decidiu comer um lanche e entrar online. Conectou-se com o seu nome na tela: Docinho14. Revisou sua lista de amigos e viu que Meteoro123 estava conectado. Ela enviou uma mensagem instantânea:
Doçinho14: Oi. Que sorte que vc está aí! Pensei que alguém me seguia na rua hoje. Foi esquisito mesmo!
Meteoro123: RISADA. Vc assiste muita TV. Por que alguém te seguiria? Vc não
mora em um bairro seguro?
Docinho14: Com certeza. RISADA. Acho que imaginei isso porque não vi ninguém quando virei.
Meteoro123: A menos que vc tenha dado teu nome online. Vc não fez isso,né?
Docinho14: Claro que não. Não sou idiota, vc já sabe.
Meteoro123: Você jogou vôlei depois do colégio hoje?
Docinho14: Sim e ganhamos!
Meteoro123: Ótimo! Contra quem?
Docinho14: Contra as Vespas do Colégio Sagrada Família. RISADA. Seus uniformes são um nojo! Pareciam abelhas. RISADA
Meteoro123: Como se chama teu time?
Docinho14: Somos os Gatos de Botas. Temos garras de tigres nos uniformes.São muito legais.
Meteoro123: Você joga no ataque?
Docinho14: Não, jogo na defesa. Tenho que sair. Tenho que fazer minha tarefa antes que cheguem meus pais. Não quero que fiquem bravos. Tchau!
Meteoro123: Falamos mais tarde. Tchau.
Entretanto Meteoro123 foi ao menu de membros e começou buscar sobre o perfil dela. Quando apareceu, copiou e imprimiu. Pegou uma caneta e anotou o que sabia de Docinho até agora.
Seu nome: Tatiane
aniversário: Janeiro 3, 1993.
Idade.: 13.
Cidade onde vive.: Santo Antônio da Platina, estado do Paraná.
Passatempos: vôlei , inglês, natação e passear nas lojas.
Além desta informação sabia que vivia em Santo Antônio da Platina porque lhe tinha contado recentemente. Sabia que estava sozinha até as 6.30 PM todas as tardes até que os pais voltavam do trabalho. Sabia que jogava vôlei nas quintas feiras de tarde com o time do colégio, os Gatos de botas. Seu numero favorito, o 4, estava estampado na sua jaqueta. Sabia que estava na oitava série no colégio Sebastião Paraná. Ela tinha contado tudo em
conversas online.Agora tinha suficiente informação como para encontrá-la.

Tatiane não contou a seus pais sobre o incidente ao voltar do parque. Não queria que
brigassem com ela e que lhe impedissem voltar caminhando dos jogos de vôlei.Os pais sempre exageram e os seus eram os piores. Ela teria gostado não ser filha única. Talvez se tivesse irmãos seus pais não tivessem sido tão sobre-protetores.
Na quinta feira Tatiane já tinha esquecido que alguém a seguia. Seu jogo estava em plena ação quando de repente sentiu que alguém a observava. Então lembrou. Olhou desde sua posição para ver um homem observando- a de perto. Estava inclinado contra a cerca na arquibancada e sorriu quando o viu. Não parecia alguém de quem temer e rapidamente fugiu o medo que sentiu.
Depois do jogo, ele sentou-se num dos bancos enquanto ela falava com o treinador. Ela percebeu seu sorriso mais uma vez quando passou do lado Ele acenou com a cabeça e ela devolveu o sorriso. Ele percebeu seu nome nas costas da camiseta. Sabia que a tinha achado. Silenciosamente caminhou numa distância certa atrás dela. Eram só umas quadras até a casa de Tatiane quando viu onde morava voltou logo ao parque para procurar seu carro.
Agora tinha que esperar. Decidiu comer algo até que chegou a hora de ir à casa de Tatiane. Foi a uma lanchonete e sentou até a hora de começar seu objetivo.
Tatiane estava no seu quarto, mais tarde essa noite, quando ouviu vozes na sala. "Tati, vem!", chamou seu pai. Parecia perturbado e ela não imaginava o porquê. Entrou na sala e viu o homem do parque no sofá.
"Senta aí", começou seu pai, "este senhor nos acaba de contar uma história muito interessante sobre você".
Tatiane sentou-se. Como poderia ele contar-lhes qualquer coisa? Nunca o tinha visto antes de hoje!
"Você sabe quem sou eu?" perguntou o homem.
"Não", respondeu Tatiane.
"Sou polícia e teu amigo do chat, Meteoro123".
Tatiane ficou pasmada. "É impossível! Meteoro123 é um menino de minha idade! Tem 14. e mora em Minas Gerais !".
O homem sorriu. "Sei que eu disse tudo isso, mas não era verdade. Veja, Tatiane, tem gente na internet que se faz passar por garotos; eu era um deles. Mas enquanto alguns o fazem para machucar crianças e jovens e fazer dano, eu sou de um grupo de pais que o faz para proteger as crianças dos malfeitores. Vim te encontrar para te ensinar que é muito perigoso falar online. Você me contou o suficiente sobre você como para eu te achar
facilmente. Você me deu o nome da tua escola, do teu time e em que posição você joga.
O numero e o teu nome na jaqueta fizeram que eu te encontrasse rapidinho.

Tatiane gelou. "Você quer dizer que não mora em Minas Gerais ?". Ele riu.
"Não, moro em Santo Antonio da Platina. Você se sentiu segura achando que morava longe, né?"
"Eu tinha um amigo cuja filha era como você. Só que ela não teve tanta sorte. O cara a encontrou e a assassinou enquanto estava sozinha em sua casa.
Se ensina as crianças e jovens a não dizer pra ninguém quando que eles estão sozinhos, porém contam isso o tempo todo pela internet. As pessoas maldosas te enganam para tirar informação de aqui e de lá online. Antes de que você saiba você já lhes contou o suficiente como para ele te achar sem você perceber. Espero que você tenha aprendido uma lição disto
e que não o faças de novo. Conta a outros sobre isto para que também estejam seguros".
"Prometo que vou contar!".
Essa noite, Tatiane e seus pais ajoelharam-se juntos e agradeceram a Deus por protegê-la do que poderia ter sido uma situação trágica.

AGORA: Por favor, conte esta estória a tantas pessoas que você possa para lhes ensinar a não dar informação sobre elas. Este mundo em que vivemos hoje é perigosos demais, incluso como para dar a idade, isso sem falar de outras informações.
CONTE ISTO A PESSOAS SEM FILHOS PARA QUE O ENVIEM A SEUS AMIGOS QUE TEM FILHOS E NETOS. CUIDADO COM AS INFORMAÇÕES QUE VC PASSA NO ORKUT OU MSN OU AINDA OUTROS.


Créditos: Este texto eu copiei do QUANTAMERDA. Ele foi postado lá por Elis boschini no Dom, 4 de Mar de 2007 5:44 pm
11 maio 2007
Um professor, diante de sua classe de filosofia, sem dizer uma só palavra, pegou um pote de vidro, grande e vazio, e começou a enchê-lo com bolas de golf.
Em seguida, perguntou aos seus alunos se o frasco estava cheio e imediatamente todos disseram que sim.
O professor então pegou uma caixa de bolas de gude e esvaziou-a dentro do pote. As bolas de gude encheram todos os vazios entre as bolas de golf.
O professor voltou a perguntar se o frasco estava cheio e voltou a ouvir de seus alunos que sim.
Em seguida, pegou uma caixa de areia e esvaziou-a dentro do pote. A areia preencheu os espaços vazios que ainda restavam e ele perguntou novamente aos alunos, que responderam que o pote agora estava cheio.
O professor pegou um copo de café (líquido) e o derramou sobre o pote umedecendo a areia. Os estudantes riam da situação, quando o professor falou:

- "Quero que entendam que o pote de vidro representa nossas vidas. As bolas de golf são os elementos mais importantes, como Deus, a família e os amigos. São aquelas com as quais nossas vidas estariam cheias e repletas de felicidade.

As bolas de gude são as outras coisas que importam: o trabalho, a casa bonita, o carro novo, etc.

A areia representa todos as outras pequenas coisas. Mas se tivéssemos colocado a areia em primeiro lugar
no frasco, não haveria espaço para as bolas de golf e para as de gude.

O mesmo ocorre em nossas vidas. Se gastamos todo nosso tempo e energia com as pequenas coisas nunca teremos lugar para as coisas realmente importantes.

Prestem atenção nas coisas que são primordiais para a sua felicidade. Brinquem com seus filhos, saiam para se divertir com a família e com os amigos, dediquem um pouco de tempo a vocês mesmos, busquem a Deus e creiam nele, busquem o conhecimento, estudem, pratiquem seu esporte favorito...
Sempre haverá tempo para as outras coisas, mas ocupem-se das bolas de golf em primeiro lugar e depois com as bolas de gude. O resto é apenas areia."

Um aluno se levantou e perguntou o que representava o café.
O professor respondeu:
- Que bom que me fizestes esta pergunta, pois o café serve apenas para demonstrar que não importa quão ocupada esteja nossa vida, sempre haverá lugar para tomar um café com um amigo.

Willian Shakespeare
08 maio 2007
Trailler 1

Trailler 2

Se voce achou interessante veja mais detalhes nos links abaixo:

  • Introdução:

Introdução 1
Introdução 2
Introdução 3

  • Resumo do Filme:

Parte 1
Parte 2
Parte 3
Parte 4



05 maio 2007
Um homem de 88 anos estava fazendo seu check-up anual. O médico perguntou como ele estava se sentindo. Respondeu o velho:
- Nunca me senti tão bem. Minha nova esposa tem 19 anos e está grávida, esperando um filho meu. Qual a sua opinião a respeito, doutor?

O médico refletiu por um momento e disse:

- Deixe-me contar-lhe uma história: eu conheço um cara que era um caçador fanático, nunca perdeu uma estação de caça. Mas, um dia, por engano, colocou seu guarda-chuva na mochila em vez da arma.
Quando estava na floresta, um urso repentinamente apareceu na sua frente. Ele sacou o guarda-chuva da mochila, apontou para o urso e... BANG... o urso caiu morto.
- HA! HA! HA! Isto é impossível - disse o velhinho - algum outro caçador deve ter atirado no urso.
- Exatamente!!!
04 maio 2007


01 maio 2007
- Você sabe calculo vetorial, mas não lembra como fazer uma divisão com virgula.
- Você tem uma calculadora cientifica e conhece TODAS as suas funções.
- Você já usou o AutoCAD para projetar uma pipa para o seu filho.
- Você passa horas realizando o relatório de um experimento que durou alguns minutos.
- Você tem um bichinho de estimação com o nome de um grande cientista.
- Você ri de piadas sobre matemáticos.
- Você considera qualquer curso não-científico "fácil".
- Você não entende como algumas pessoas podem achar difícil programar um videocassete.
- Você assistiu "Apollo 13" e achou que os verdadeiros heróis foram os caras no "Controle da Missão".
- Você assume que um "cavalo" é equivalente a uma "esfera" para facilitar os cálculos.
- Uma criança de quatro anos lhe pergunta por que o céu e azul e você tenta explicar toda a teoria da absorção atmosférica.
- Você vai a uma loja de informática e os vendedores não conseguem responder suas perguntas.
- Você costuma assobiar a musica tema de "MacGyver".
- O que você mais gosta no Natal é montar os brinquedos das crianças.
- Você já tentou consertar alguma coisa usando elásticos, clipes de papel e fita adesiva.
- Seu PC vale mais do que um carro.
- Você pode lembrar de 7 senhas de computador, mas não da data do aniversário da sua mãe.
- Você sabe qual será o sentido de rotação da água quando puxar a descarga.
- Você esta sendo processado pela Sociedade Protetora dos Animais por realmente ter realizado o experimento do Gato de Schrodinger.
- Você SABE o que é o experimento do Gato de Schrodinger.
- Você consegue digitar 70 palavras por minuto, mas não entende sua própria caligrafia.
- Você já abriu alguma coisa "só para ver como é por dentro".
- Você guarda peças de eletrodomésticos estragados.
- Você assiste filmes de ficção cientifica e fica procurando cenas que estão cientificamente incorretas.
- Você tem o habito de estragar coisas tentando descobrir como elas funcionam.
- Você não tem vida. E pode provar isso matematicamente.



Apenas para os muito curiosos:

Se você ficou intrigado querendo saber o que é essa tal experiencia do Gato de Schrodinger visite este link
Experiencia do Gato de Schrödinger

Ronaldo no Facebook

Visitem minha página no Facebook.

Quem sou eu

Minha foto
Ronaldo Nunes Siqueira Campos
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil
---------------------------------------
Visualizar meu perfil completo

Arquivos

Seções

Parcerias
Ponto Perdido: Mistura de Assuntos Jogatina Online: Jogos em flash, shockwave, java e javascript para jogar direto no seu navegador
Cursos Online com certificados a partir de R$ 20